O excesso de uso da chapinha ou o uso incorreto causa danos irreversíveis?

quarta-feira, 29 de julho de 2020 13:51:38 America/Sao_Paulo

Olá!!!

O trabalho dessa semana me fez pensar em você que é amante do cabelo liso, não abre mão da progressiva e do uso de chapinha.

Será o que o uso dessa ferramenta prejudica mesmo o cabelo? É bastante comum tanto para os profissionais como para as clientes.

A resposta é SIM, o excesso de uso da chapinha ou o uso incorreto causa danos irreversíveis. Podendo causar um alto grau de porosidade, deixando o fio fragilizado.

Nesse contexto, quando encontro uma cliente com esse perfil, eu apresento a ela a redução de volume ou escova progressiva, que é um processo que permite o cabelo ser alisado, ou pode ser trabalhado apenas para reduzir o excesso de volume, se este incomoda a cliente.

Pode ser trabalhado em cabelos naturais ou coloridos, volumosos ou mesmo com mechas.

Escolhi apresentar dois exemplos para esse trabalho. O primeiro trata-se de um cabelo natural, super volumoso, e além disso, a cliente também expressou o desejo de mudar a cor dos fios.

O segundo trabalho trata-se de um cabelo que realizei um processo de mechas a algumas semanas atrás. Muitas pessoas tem dúvidas se é possível realizar a redução de volumes em cabelos com descoloração. A resposta é SIM, podemos sim! Claro que, vale salientar, que para isso se exige técnica e produtos adequados.

Para esses dois casos, eu escolhi usar o kit Agi Max DNA System. Trata-se de um redutor de volume com três passos.

O primeiro passo é um shampoo de limpeza profunda. Com ele, consigo remover qualquer resíduo de leave-ins, hair sprays, oleosidade excessiva. Assim, deixando o cabelo limpo para receber o ativo.

O segundo passo trata-se do redutor de volume, que contém Seriliss (sua função é o relaxamento capilar gradativo). Nesse momento, faço a aplicação em todo o cabelo, tendo o cuidado de garantir que todos os fios estejam envolvidos pelo ativo, é muito importante respeitar o tempo de pausa para que o ativo possa agir com excelência.

Em seguida, faço o enxágue do passo 2, a secagem dos fios já fazendo junto a escovação. Agora sim, já posso chapar os fios em mechas fininhas para garantir que os fios fiquem bem selados e lisinhos. Aqui o capricho conta muito!

E para finalizar, o terceiro passo trata-se de um reconstrutor que garante o equilíbrio do PH dos fios, além de ajudar na penetração da hidratação e lubrificação dos fios.

É tecnologia pura! O resultado é um liso tratado, duradouro e brilhante! Assim minha modelo consegue moderar o até abolir o uso da chapinha.

Ah, vale lembrar sempre é muito importante o uso de leave-in para proteger os fios.

Que tal viver a experiência Agi Max DNA? Vem comigo! Vem pro mundo Sollér Brasil!

Juliana Oriani

Embaixadora técnica Sollér Brasil

Compre no site com o cupom de desconto: JU.ORIANI